Day Mesquita agita encontro de elenco “Amor Sem Igual” da Record

0

Nova Obra da RecordTV,  “Amor Sem Igual”,escrita por Cristiane Fridmann, com direção de Rudi Lagemann,  estreou ontem, dia 10 de dezembro, em uma festa reservada ao elenco, direção e convidados, no Espaço Algarve, localizado na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

A marina mais bem equipada de Búzios

Day Mesquita protagonista da novela “Amor Sem Igual” da Record e elenco se reúnem para assistir ao primeiro capítulo na barra da Tijuca, zona oeste do Rio na noite desta terça (10). O elenco presente posou para fotos, as atrizes: Malu Falangola, Day Mesquita, Camila Rodrigues, Sthefany Brito, Michelle Batista, Camila Mayrink, Barbara França, Yohama Eshima, Juliana Lohmann, Andréa Avancini, Manuela do Monte, Dani Moreno, Françoise Forton, e os atores, Angelo Paes Leme, Rafael Sardão, Bernardo Mesquita, com a esposa Julia McKenzie e o filho Bento.

Entre o elenco, Bárbara França, a Fernanda e Day Mesquita, a Angélica, e os jovens e talentosos atores, Pablo Barros, que interpreta o Guilherme, ou carinhosamente chamado de ” Cata Bola”, e Gui Mendonça, o emocionante Nivaldo, ambos de 13 anos. Pablo, que é agenciado pela Talentos Estrelas, da diretora Areta Fonseca, é um dedicado aluno do Colégio Miliar, onde, no próximo ano, irá cursar o 9º ano do ensino fundamental. Gui Mendonça, é agenciado pela Sport Produções, das diretoras Michele Felippe e Viviane Ávila estuda no Colégio Venâncio Pereira Veloso, passando com louvor, também para cursar o 9ºm no próximo ano de 2020.

Amor Sem Igual, nova novela da Record, estreiou com 9 pontos na Grande São Paulo e foi a maior audiência do dia na emissora. Protagonizada pela prostituta Angélica Poderosa (Day Mesquita), uma mulher forte, que sofreu abuso na infância, foi rejeitada pelo pai e tem dificuldade em acreditar no amor. Escrita por Cristianne Fridman, a novela, apesar de ter um núcleo formado por garotas de programa e até um clube privê, não terá cenas de sexo. A autora fez questão de ressaltar que é para toda a família assistir junto no sofá. “Quando a gente fala que a mocinha é uma garota de programa, é bom alertar que a história da novela é romântica, não é uma história de um mergulho no mundo da prostituição. Então, a família brasileira, papai e mamãe, todo o mundo pode assistir”, diz Cristianne.

você pode gostar também

Deixe uma resposta